Começo é sempre difícil. É muito difícil saber como, quando e o porquê de começar. Mas, se você começou, suponho que deva prosseguir. Se parar no meio, será um derrotado qualquer e ninguém gosta de derrotados.

Resolvi começar um blog, e não vou parar no meio.

Estou “fugindo” para a frança, então resolvi escrever um blog para relatar minhas experiências longe de casa. Já temos o porquê de começar essa empreitada.

O “como” é o wordpress, ferramenta da qual ainda não tenho maestria, entretanto, se várias pessoas possuem blog, e muitos, lamentavelmente, são ruins, eu também consigo administrar um, mesmo que seja uma bela porcaria.

Eu deveria começar quando já tivesse algo pra contar da viagem, mas não. Muito fácil pra mim e pra quem estiver lendo. Há toda uma preparação, que pode ser um grande empencilho, ou uma aventura e também faz parte da viagem, assim é definido o “quando”, que é o dia de hoje.

Já tive que correr atrás de visto, passagem, bolsa, documentos para entregar na faculdade, alojamento e por aí vai. Não que fosse difícil, mas há uma quantidade razoável de trabalho envolvida no processo, e onde há trabalho, há demanda de tempo, o qual não está sobrando muito para ninguém. Mesmo assim, acho que tudo vai valer a pena quando eu colocar os pés no avião e desembarcar lá. Meu passaporte chegou hoje no consulado, isso significa que eu já tenho visto! Agora, é mais do que oficial, é certo.

Admito, estou tremendamente nervoso. Não que eu esteja com medo de travar ou não entender nada do que eles falam ou ter dificuldade de adaptação. Só estou nervoso, pode ser que seja ansiedade. Entretanto, suponho que isso deva ser saudável, dado que quando algo importante está para acontecer, sempre sentimos “borboletas no estômago”.

Para um primeiro post, está ótimo! Nos vemos em breve.

Au revoir!

Anúncios